Gestão financeira para o agronegócio: estratégias de sucesso

Gestão financeira para o agronegócio: a complexidade é o maior desafio. Confira a importância de uma boa gestão e como otimizá-la!
Homem realizando a gestão financeira para o agronegócio

Gestão financeira para o agronegócio é um elemento vital para o sucesso e crescimento sustentável deste setor. Aprender a aplicar estratégias eficazes pode ser um divisor de águas para a sua rentabilidade.

Neste post, vamos explorar as melhores práticas e dicas para otimizar a gestão financeira do seu agronegócio. Acompanhe a leitura para saber mais sobre o assunto!

Gestão financeira para o agronegócio: entenda sua importância

Vale lembrar que gestão financeira é o ramo da administração de controladoria que é dedicada a estabelecer processos para a melhor utilização dos recursos financeiros de uma organização empresarial. Em linhas amplas, seu objetivo é otimizar o fluxo de caixa, com foco na sustentabilidade e no aumento da lucratividade do negócio. 

É, portanto, uma área estratégica não só para a análise da saúde financeira da empresa, mas também e principalmente para municiar a alta gestão de dados de grande importância para seu processo decisório.

Paradoxalmente, em que pese o seu importante papel central na própria estratégia de negócios de uma companhia, uma parcela muito significativa do empresariado ainda não dá a devida importância à gestão financeira e aos processos de reconciliação contábil

Essa afirmação é especialmente relevante no agronegócio, segmento que vive em função de ciclos de investimento, em grande parte sazonais. A aparente unidimensionalidade do campo, com safras minimamente definidas, pode erroneamente indicar uma menor necessidade de mecanismos formalmente estabelecidos de gestão do capital.

Quer saber como garantir a qualidade das demonstrações financeiras mesmo diante da complexidade da gestão financeira para o agronegócio? Então, clique no botão abaixo e faça o download gratuito do nosso e-book.

Conheça a relação entre o agronegócio e a controladoria

A agricultura e a criação de animais são historicamente reconhecidas como as primeiras atividades econômicas praticadas pela humanidade. De acordo com descobertas arqueológicas, sua prática provavelmente teve início durante o período Mesolítico, de 10.000 a 5.000 antes de Cristo.

Dada a necessidade intrínseca de se estabelecer métodos para mensurar sua viabilidade econômica e assim estabelecer KPIs financeiros e contábeis confiáveis, é seguro afirmar que a gestão financeira primeiro nasceu junto ao próprio desenvolvimento do agronegócio. 

Como citamos anteriormente, o objetivo da gestão financeira é utilizar da melhor forma possível os recursos financeiros que estão disponíveis à atividade econômica. Guardadas as devidas proporções históricas, é seguro afirmar, portanto, que sem essa gestão de recursos ainda seríamos nômades e caçadores. 

Dentro de uma perspectiva histórica, portanto, a agricultura sempre requereu um determinado grau de controle de recursos para sua perpetuação como ferramenta para a garantia de segurança alimentar e de proliferação da espécie humana. 

Nas últimas décadas, contudo, este cenário mudou de forma significativa, com o advento de inovações tecnológicas no campo. Com novos mecanismos produtivos, novas técnicas, insumos e também com o avanço da biotecnologia, as necessidades de controle mudaram.

Com novos elementos em campo, naturalmente a necessidade de aprimoramento de controles sobre as atividades do agronegócio cresceram de forma proporcional. Além disso, o próprio crescimento populacional trouxe nova pressão sobre o agronegócio, que se viu obrigado a realizar investimentos importantes para o aumento da produtividade por metro quadrado, tanto na pecuária quanto na agricultura.

Este cenário em constante mutação, levou ao surgimento de conglomerados do agronegócio, cujas operações muitas vezes ultrapassam fronteiras nacionais – com novos e relevantes desafios para a gestão financeira. Para este tipo de empresa, as velhas formas de controle e conciliação já não se apresentam como opções satisfatórias.

Para o sucesso da gestão financeira do agronegócio contemporâneo, é preciso ir além das soluções ultrapassadas, e assim garantir que a sua gestão lance mão de eficácia e eficiência nas rotinas de reconciliação contábil e na produção dos dados estratégicos que irão alimentar o processo decisório de sua alta gestão.

Um novo patamar de complexidade

A COFCO é uma multinacional do agronegócio que é líder nas cadeias globais de fornecimento de grãos, açúcar, café e sementes oleaginosas. Somente em 2021, a COFCO comercializou mais de 133 milhões de toneladas em produtos – com um faturamento de cerca de US$ 48 bilhões no período. De origem chinesa, suas operações hoje se estendem por mais de 50 países. O Brasil é um de seus principais locais de atuação.

Com operações em escala global, a COFCO possui grande necessidade de estabelecer controles precisos e confiáveis de reconciliação e gestão financeira. Essa necessidade aumenta à medida em que a empresa realiza sua expansão para novos países e mercados, exigindo intenso trabalho das equipes envolvidas em seus processos de controle e reporte. Inicialmente, a reconciliação de seus lançamentos financeiros era realizada por meio de planilhas.

A gestão financeira de uma multinacional é, por si só, um desafio de grandes proporções para qualquer corpo de especialistas. No agronegócio, em virtude das particularidades do segmento, o grau de complexidade tende a ser mais elevado. 

Para fazer frente a essa crescente complexidade de suas operações, garantindo ainda agilidade e acurácia nas informações financeiras, a COFCO buscou estabelecer a centralização e a padronização dos seus processos de reconciliação contábil. Esse é um movimento que proporciona, em geral, uma grande capacidade de racionalização das equipes envolvidas no controle financeiro, enquanto promove a automatização das rotinas de reconciliação e, por conseguinte, libera capital humano para análise crítica. Com a COFCO não foi diferente.

A partir da identificação da necessidade de investimento em novas ferramentas de gestão, a intenção inicialmente era a de se contar com uma solução tecnológica completa, que garantisse a qualidade das informações financeiras prestadas à alta administração, enquanto auxiliasse ainda na gestão e análise do processo de fechamento para fins de reporte para a sede da COFCO em Genebra.

A solução: alta tecnologia

Na velocidade com que se move o ambiente de negócios atual, o segredo para o sucesso corporativo está no estabelecimento de processos mais rápidos, mais eficientes, produtivos e precisos. Para atender a essa necessidade junto à COFCO, a Dattos desenvolveu o Dattos Recon, uma ferramenta voltada para clientes de grande porte que precisam do processamento analítico de grandes volumes de dados financeiros.

Esta ferramenta possui funcionalidades como dashboards gerenciais e controle de aprovações, dentre diversas outras, que garantem alta performance nas rotinas de reconciliações, além de integração real com outras ferramentas de gestão.

Na COFCO, foram implementados controles integrados para mais de 840 contas contábeis, distribuídas em 15 grupos de contas. De forma totalmente integrada ao ERP, os processos para conciliação de lançamentos contábeis ocorrem de forma automatizada e em poucos minutos. Com o alto nível de performance alcançado, a gestão financeira garantiu qualidade total nas informações geradas, com transparência e alto grau de confiabilidade em seus relatórios.

Para fazer frente à nova realidade do agronegócio no Brasil e no mundo, é preciso ir além das soluções ultrapassadas e das velhas crenças sobre gestão. Com a implantação da solução Dattos para reconciliação, a COFCO alcançou um novo patamar em termos de precisão e qualidade nos seus relatórios, reduzindo de forma drástica o tempo demandado para o fechamento mensal e reporte para sua matriz em Genebra – e garantindo ainda maior segurança em seu processo de apuração de impostos.

Clique no botão abaixo para fazer o download gratuito do nosso e-book e descubra como a transformação digital tem revolucionado o fechamento financeiro.

Descubra as soluções Dattos para a gestão financeira para o agronegócio

Para a Dattos, desenvolver novas soluções e tecnologias que tornem possível o efetivo controle financeiro de operações de alta complexidade, é o desafio constante. 

As soluções para automação de análises financeiras proporcionam avanço real em qualidade, precisão e assertividade nas rotinas de conciliação contábil, fiscal e financeira, enquanto permitem elevado grau de interoperabilidade entre diferentes equipes, departamentos e sistemas, indo além do que os sistemas tradicionais proporcionam.

É desse modo que atuamos para a transformação da sua área de controladoria, contabilidade e fiscal, enquanto liberamos seu capital humano de tarefas repetitivas,  que possuem riscos inerentes ao input manual – independentemente do tamanho da sua operação, e do seu segmento de atuação.

Quer entender melhor como a Dattos conseguiu otimizar a gestão financeira para o agronegócio da COFCO? Então, não deixe de assistir ao vídeo abaixo.

Picture of Felipe Laneri

Felipe Laneri

Especialista Dattos em tecnologia e automação de preparação e análise de dados financeiros.

Deixe um comentário

Descubra que você pode mais com a Dattos

torfeu

Descubra materiais gratuitos para fazer parte do seu dia a dia

conteudo rico

Conheça cases de sucesso dos clientes que contam com a Dattos