Normas internacionais de contabilidade: sua empresa está em dia?

Normas internacionais de contabilidade: saiba quais são as principais e confira um passo a passo para sua empresa aderir com eficiência!
Um livro representando as normas internacionais de contabilidade.

As normas internacionais de contabilidade são vitais para manter a uniformidade e transparência financeira em um ambiente de negócios global. De fato, adaptar-se a elas pode ser um desafio, mas é indispensável para o crescimento e confiabilidade no cenário empresarial.

Por esse motivo, neste post, vamos explorar os detalhes dessas normas e explicar como garantir que sua empresa esteja atualizada. Continue conosco para descobrir como alinhar seu negócio com esses padrões internacionais.

Normas internacionais de contabilidade: o que são?

As normas internacionais de contabilidade são o farol que guia a consistência financeira em todo o mundo. Imagine que cada empresa reporta suas finanças de maneira diferente. Confuso, certo? É aí que entram essas normas.

Sem elas, teríamos um cenário empresarial com reportes financeiros incomparáveis e potencialmente confusos. As IFRS (International Financial Reporting Standards) e IAS (International Accounting Standards) surgiram para estabelecer um padrão unificado.

As IAS foram as primeiras normas de contabilidade internacionais, criadas até 2001. Depois disso, a organização responsável começou a desenvolver as IFRS, que são normas mais recentes e atualizadas. Enquanto as IAS ainda são usadas, as novas normas são chamadas de IFRS. Então, podemos considerar as IAS como a primeira geração e as IFRS como a evolução delas.

Ao padronizar a maneira como as empresas relatam suas finanças, estas regras facilitam a compreensão e comparação entre os relatórios financeiros de corporações de diferentes países.

Assista ao vídeo abaixo e entenda melhor sobre o desafio e a importância da padronização de processos.

Qual é o objetivo das IFRS?

O objetivo das normas internacionais é padronizar a apresentação das informações financeiras das empresas em nível global. Isso facilita a comparação e análise dos relatórios financeiros de empresas de diferentes países, tornando-os mais transparentes e confiáveis.

Desse modo, as IFRS buscam garantir que os relatórios financeiros sejam consistentes, claros e comparáveis em todo o mundo. Isso ajuda investidores, reguladores e outros stakeholders a tomar decisões mais informadas, melhorando a eficiência dos mercados financeiros globais.

Portanto, atender às IFRS é essencial para a padronização dos dados financeiros da sua empresa. Quer saber como otimizar esse processo? Nós temos um webinar com tudo o que você precisa saber sobre o assunto. Não deixe de assistir!

Quais são as principais normas internacionais de contabilidade?

As normas internacionais de contabilidade são um conjunto complexo e abrangente de diretrizes que se concentram em estabelecer padrões para a apresentação e relatório de informações financeiras. As principais são:

  • IFRS 9 — trata-se da contabilização de instrumentos financeiros, abordando classificação, mensuração e reconhecimento de ativos e passivos financeiros;
  • IFRS 15 — esta norma foca no reconhecimento de receitas de contratos com clientes, orientando sobre quando e como a receita deve ser reconhecida;
  • IFRS 16 — relacionada a arrendamentos, mudou significativamente a maneira como os arrendamentos são reportados nas demonstrações financeiras;
  • IAS 1 — estabelece as bases para a apresentação das demonstrações financeiras, assegurando comparabilidade tanto com as da própria empresa de períodos anteriores quanto com as de outras empresas;
  • IAS 2 — foca no estoque e estabelece o tratamento contábil para estoques, determinando a avaliação e reconhecimento de custos.

A adesão é obrigatória?

A adesão às normas internacionais de contabilidade depende principalmente da legislação de cada país e do tipo de empresa. No Brasil, empresas de capital aberto e algumas outras entidades regulamentadas, como bancos e seguradoras, precisam adotar as normas, especificamente as IFRS, em seus relatórios financeiros.

Essa obrigatoriedade visa assegurar que os relatórios financeiros dessas empresas estejam alinhados com padrões globais, aumentando assim a confiabilidade e transparência dessas informações no mercado financeiro tanto nacional quanto internacional.

Para as demais empresas, a adesão não é obrigatória, mas muitas optam por segui-las para manter a consistência e competitividade.

No vídeo abaixo, nós comentamos mais sobre a importância de atenção às normas. Confira!

Quais as consequências de não aderir?

Não aderir às normas internacionais de contabilidade pode ter várias consequências negativas para as empresas, especialmente aquelas que operam ou pretendem operar no cenário internacional. As principais são:

  • Dificuldade em atrair investimentos — sem a adesão, as empresas podem ter dificuldade em atrair investidores estrangeiros, pois os relatórios financeiros podem não ser considerados transparentes ou comparáveis com padrões internacionais;
  • Problemas de credibilidade — a não conformidade pode levar a uma percepção de menor credibilidade no mercado, afetando a confiança dos stakeholders;
  • Desafios em expansão global — empresas com ambições internacionais podem enfrentar obstáculos significativos, pois a não adesão a essas normas pode complicar parcerias e negociações com entidades estrangeiras;
  • Risco de multas e penalidades — em alguns casos, especialmente em países onde a adesão é obrigatória, pode haver riscos legais, incluindo multas e penalidades.

Essas consequências destacam a importância de estar em dia com as normas internacionais de contabilidade para operações financeiras eficientes e transparentes.

Como aderir com eficiência?

Adequar-se às normas internacionais de contabilidade de maneira eficiente é um processo estratégico crucial para qualquer empresa. Sendo assim, conhecer os passos certos para essa adesão pode transformar um desafio complexo em uma transição suave e benéfica.

A seguir, descubra os passos que vão ajudar sua empresa a se alinhar com esses padrões globais de forma eficaz.

Avaliação e planejamento

Primeiro, é fundamental realizar uma análise detalhada das práticas contábeis atuais da sua empresa e identificar as diferenças em relação às normas IFRS. Este diagnóstico detalhado ajudará a entender o que precisa ser alterado ou adaptado.

Após a análise, é preciso desenvolver um plano de implementação abrangente. Este planejamento deve incluir prazos realistas para cada etapa do processo de transição e uma alocação de recursos eficiente. Isso pode envolver a reestruturação de sistemas contábeis, treinamento de pessoal e até mesmo a contratação de especialistas externos, se necessário.

O planejamento cuidadoso é essencial para garantir que a transição para as normas IFRS seja suave e bem-sucedida, minimizando interrupções nos processos empresariais e garantindo conformidade regulatória. A chave é ser proativo, detalhado e realista em cada etapa do processo.

Treinamento e desenvolvimento

É extremamente importante capacitar sua equipe para compreender e aplicar as normas corretamente. Isso pode envolver sessões de treinamento, workshops e cursos específicos sobre as IFRS.

Além de treinar a equipe atual, é importante avaliar se as competências internas estão alinhadas com os requisitos das normas internacionais. Em alguns casos, pode ser necessário adaptar ou atualizar as habilidades e conhecimentos da equipe, ou até mesmo contratar novos talentos com expertise específica em IFRS.

Afinal, a implementação bem-sucedida das IFRS não depende apenas de sistemas e processos otimizados, mas também de uma equipe informada e capacitada.

Aliás, a transformação digital requer que seu time se mantenha sempre atualizado. Quer saber como afeta as funções de finanças? Então, não deixe de assistir ao nosso webinar gratuito!

Atualização de sistemas e políticas

Comece revendo e ajustando seus sistemas de TI para garantir que eles possam suportar adequadamente a geração de relatórios conforme as IFRS. Isso pode incluir a implementação de novos softwares ou a atualização dos existentes.

Também é necessário atualizar as políticas e procedimentos contábeis da empresa para alinhá-los com as normas. Para isso, é preciso revisar e modificar as práticas contábeis atuais, garantindo que elas estejam em conformidade com as exigências das normas internacionais.

Esse ajuste nas políticas e procedimentos é essencial para assegurar que todos os relatórios financeiros produzidos estejam consistentes com os padrões internacionais.

A plataforma Dattos exporta relatórios em diversos formatos. No vídeo abaixo, você vai conferir quais são eles!

Implementação das normas internacionais de contabilidade e automação

Implementar as normas internacionais de contabilidade em conjunto com a automação é um passo estratégico para otimizar as práticas contábeis. Inicie integrando as IFRS nas operações diárias de contabilidade.

Ou seja, envolve a aplicação das normas em todas as atividades contábeis, desde a entrada de dados até a elaboração de relatórios financeiros. A automação desempenha um papel vital neste processo, pois melhora a eficiência e a precisão dos relatórios.

Então, utilize ferramentas de software modernas para automatizar tarefas repetitivas e complexas. Isso economiza tempo e, ainda, reduz erros humanos, garantindo que os relatórios financeiros estejam em estrita conformidade com as IFRS.

Como você viu, integrar as normas com automação é um grande passo, mas você não precisa fazer isso sozinho. Agende um diagnóstico com nosso time de especialistas para garantir que sua empresa esteja no caminho certo.

Revisão e ajustes

Revisão e ajustes são etapas finais, mas críticas, na adesão às IFRS. Após elaborar as primeiras demonstrações financeiras segundo estas normas, é preciso revisá-las minuciosamente. Procure inconsistências ou pontos que precisam de melhoria.

Em seguida, utilize o feedback recebido e os resultados das auditorias para fazer os ajustes necessários. Este processo de revisão e ajuste é fundamental para garantir que as demonstrações financeiras estejam em conformidade com as IFRS e, ao mesmo tempo, reflitam com precisão a saúde financeira da empresa.

Portanto, a adequação às normas internacionais de contabilidade não é apenas uma questão de compliance, mas um passo estratégico para a eficiência e transparência financeira. Por falar nisso, como está a conciliação de dados financeiros na sua empresa nesse contexto?

Aproveite a oportunidade para aprofundar seus conhecimentos e habilidades com nosso kit de ebooks sobre conciliação de dados financeiros. É gratuito e pode ser o recurso que você precisa para alinhar completamente sua empresa às melhores práticas globais.

Picture of Felipe Laneri

Felipe Laneri

Especialista Dattos em tecnologia e automação de preparação e análise de dados financeiros.

Deixe um comentário

Descubra que você pode mais com a Dattos

torfeu

Descubra materiais gratuitos para fazer parte do seu dia a dia

conteudo rico

Conheça cases de sucesso dos clientes que contam com a Dattos